Ocorreu um erro neste gadget

Follow by Email

quarta-feira, 2 de março de 2011

Ônibus desemprega servidor

Luiz Cezar Kaunfner, gerente de transportes e vias públicas da Seinfra foi exonerado. Ao receber a reivindicação dos moradores do loteamento José Loureiro, bairro Ademar Garcia, informou que não era possível implantar linha de ônibus na localidade. O prefeito se indignou porque a tal linha era promessa de campanha. Kaufner que já foi gerente do DER e é funcionário concursado da Conurb é conhecido pelo rigor com que segue as normas.
Dado interessante e paradoxal: José Loureiro que empresta o nome ao loteamento foi pioneiro na implantação do transporte coletivo urbano em Joinville. Seus velhos ônibus deram origem ao que é hoje Transtusa e Gidion

A Suprema Corte dos Estados Unidos votou nesta quarta-feira (02/03) a favor de uma polêmica congregação religiosa que divulga mensagens homofóbicas com cartazes em funerais de soldados mortos nas guerras. Trata-se da Igreja Batista Westboro, de Topeka, no Kansas, um grupo religioso que tem como slogan em seu site "Deus odeia os gays". O grupo ganhou notoriedade nos últimos anos pelos protestos realizados durante os enterros de soldados, cujas mortes são consideradas por seus adeptos como um castigo de Deus pela permissividade dos EUA com relação aos homossexuais.

Os senadores Luiz Henrique da Silveira (PMDB) e Paulo Bauer (PSDB) e o secretário de Comunicação Derly Massaud de Anunciação foram condenados pelo juiz Luiz Antônio Zanini Fornerolli, da Vara da Fazenda Pública de Florianópolis, por propaganda irregular. Eles terão de pagar aos cofres públicos o total de R$ 892.745,97.

O valor se refere ao custo da apresentação da ação há quatro anos. E representa o que foi gasto para anunciar nas emissoras de rádio e TV. Segundo a decisão do juiz, “os valores terão de ser corrigidos com juros e correção monetária pela taxa Selic, a contar da retirada de tais valores dos cofres públicos, em favor do Estado de Santa Catarina”.

A ação popular, que gerou a condenação, foi a campanha publicitária Volta às aulas, veiculada entre os dias 24 de fevereiro e 13 de março de 2007 na gestão do governador Luiz Henrique e dos secretários da Educação Paulo Bauer e de Comunicação, Derly de Anunciação. A propaganda foi caracterizada pela Justiça como promoção pessoal de Luiz Henrique e Bauer.
O deputado Kennedy Nunes sofreu acidente nesta manhã, na BR-101, em Biguaçu, quando seu Toyota Corolla bateu na traseira de um furgão e ficou parcialmente destruído. Além do parlamentar, que viajava no banco dianteiro, estavam no veículo o motorista Misael Gonçalves Canuto, 42, seu assessor parlamentar, Josias Gaspari, de Joinville. Nenhum deles sofreu ferimentos: os ocupantes estavam com cinto de segurança e os dois airbags dianteiros explodiram com o choque.
Toninho Neves, o conhecido radialista e jornalista joinvilense, sofreu mal súbito quando apresentava, hoje (2) seu programa matinal na rádio Colon AM. Está internado no hospital da Unimed em observação. Seu quadro é considerado estável. Dividirei com Beto Gebaile a bancada do programa Cidade Verdade. Amanhã certamente Toninho estará de volta.
Em entrevista ao radialista Osman Linconl, hoje de manhã na Rário Clube, o vereador Adilson Mariano perguntado que nota dá à atual administração, na titubeou. Apenas 5. Detalhe Mariano é tão petista quanto o prefeito Carlito Merss.
Mais adiante o vereador disse acreditar que a chegada de Eduardo Dalbosco na Chefia de Gabinete vai imprimir nova filosofia e mais dinamismo à administração.

Um comentário:

eduardo disse...

João,

Interessante a notícia da decisão da Suprema Corte norte-americana. É espantoso o apreço furioso daquela sociadade a um direito quase ilimitado à liberdade de expressão.
Tal apreço, talvez inerente ao humano civilizado, deveria ser observado mais atentamente pelas instituições ditas garantidoras, cá nas latitudes tapuias.
Não o fazem. A elas não interessa?

Um abraço fraterno,

Eduardo