Ocorreu um erro neste gadget

Follow by Email

quinta-feira, 10 de março de 2011

Vai que é tua Carlitos!

É ressaca mansa,mole, imobilizadora. Amanhã termina a semana que começou hoje para uma grande parcela de joinvilenses. Estamos na quaresma cada vez menos observada. Jejum percepção sanitária dos judeus, virou dogma religioso que se esvai para a fossa do esquecimento. A igreja tornou o hábito severo demais, daí a rejeição.
Ninguém jejua e carnaval, a festa da carne, segue solta sem a trilha sonora do samba. Nossa cidade adolescente aos 160 anos, sofre dores do crescimento. Crescer é preciso. Crescer para onde. Ter que tamanho? Concentrar-se ou espraiar-se?
No plano político, e tudo na vida é política, vivemos encruzilhada. Governo apático, letárgico, agora deslancha? Desata peias? Que garrote estranho e inexplicável que impede a sonhada sangria de obras e realizações.
Chega de chorar, choramingar, culpar, emburrar, empacar. Ulisses Guimarães dizia que o poder dava ogasmos, mas sabia perfeitamente que ele é fardo imenso. Conhecia que o eventual e efêmero sucesso que ele produza é abocanhado por muitos, mas o entulho desgraçado do fracasso é integralmente empurrado para o colo do chefe.
E quem é o Chefe? Vai que é tua Carlitos!

Nenhum comentário: