Ocorreu um erro neste gadget

Follow by Email

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

A piscina

Deitei falação sobre nosso volei de piscina na terça, quando ainda iria acontecer. Agora fui cobrado do resultado. Bem tudo aconteceu diferente. Primeiro ficou frio e a velharada sequer esboçou pular n´água. Ficamos no seco, ali na casa do Volnei vendo e ouvindo uns cantores tão velhos quanto a maioria. A música, porém, da melhor qualidade. De boa cepa também os vinhos que nos aqueceram a alma.
O Henrique mandou aquele tentador cardápio de pratos para escolhêssemos um. Ao fazer as compras decidiu que não estava com saco para nada muito elaborado. Pão com linguiça assada e "tamos" conversado. Jurandir não apareceu com o violão. Pedrão não veio nem justificou. Gilson chegou direto do fórum. Paulo Santa apareceu a pé.Mora perto Faceiro porque 100 anos depois da monumental revolução do ensino de Oerestes Guimarães ele e a Sociesc vão elaborar a nova reformana educação catarinense.
Henrique, aquele que não estava com saco para se meter entre panelas e fogão, admoestou muito sutilmente os useiros e vezeiros em tomar vinho sem nunca comparecer com uma garrafa. Por falar em vinho Alan não foi com seu estoque. Mas Eduardo chegou com um grã cru de humilhar. Binho apareceu distribuindo simpatias. O último volei do ano será na casa dele como sempre. Apenmas nominal porque lá também só vamos para comer e encher a cara. Binho nem piscina tem.
Meia noite com o equilíbrio seriamente comprometido me retirei à francesa. A maior parte ainda ficou. Mais uma terça que valeu por um ano inteiro de terapia. E bem mais barato.

Nenhum comentário: