Ocorreu um erro neste gadget

Follow by Email

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Carlito e a imprensa

O prefeito Carlito Mers recebeu a imprensa para uma conversa na Estação da Memória. Antiga estação ferroviária. Quando começou a falação apareceu o trem. Momento nostálgico. Foi num trem que ele veio de Porto União para Serra Abaixo, como diziam por lá e ele pensava ser o nome de uma cidade.
O encontro com pão de queijo, suco e café foi uma boa idéia que deveria ser praticada desde o início do governo. Porém antes tarde que nunca. A formatação foi equivocada. Jornalista odeia discursos. Não tem tempo nem saco para isso. Quer conversar. Fazer perguntas. Cavocar novidades. Sugiro que adote o sistema que Amin sempre usou. Uma mesinha com o café e uma mesa grande. Todos sentam em volta e já começa a perguntação durante uma hora. Fala-se de tudo. Dá até para contar piadas. O prefeito se cerca dos auxiliares mais inteirados dos assuntos que a assessoria de imprensa aponta como o que está pegando. Socorre-se destes auxiliares pontualmente mas não lhe entrega a palavra para galopar sentenças. A estrela que interessa aos jornalistas é o prefeito.
De qualquer maneira o encontro foi interessante. Vi o Jefferson Saavedra e Domingos Aquino, de An, O Luiz Veríssimo, O Marco Aurélio Braga no primeiro compromisso público pela Mais FM, a Marlize Grot, Ana Keller, o Anildo Jorge, o velho cabo de guerra. Ramiro Gregório da Silva, Vitor Guilherme e toda a turma da prefeitura. Gebaile, apressado com o óculos escuros caindo pela cara. Apareceu e eclipsou-se no intervalo de um minuto. Toninho Neves prometeu e não foi

Nenhum comentário: