Ocorreu um erro neste gadget

Follow by Email

sábado, 23 de abril de 2011

Força do twitter

Luiz Carlos Fossile, é repórter setorista de esportes. Hoje atua,pelo tanto que sei, exclusivamente em rádio. Não foi sempre assim. Ele trabalhou no na sucursal que o jornal de Santa Catarina mantinha em Joinville. Na época eu dirigia o Santa. Isso nas décadas de 80 e meados dos 90 do século passado.
Voltei para Jonville. Fossile atuar sempre nos esportes e eu em outras áreas do jornalismo não favoreceu estreitamento de laços. Na quinta-feira pela manhã o Reginaldo Jorge informou pelo Twitter que Fossile tinha baixado hospital com uma cardiopatia grave. Ontem, sexta, pelo Twitter e pelo telefone o mesmo Reginaldo, demandado por parentes do jornalista, manifestava preocupação com a situação de abandono que Fossile enfrentava no Hospital Regional de Joinville.
Liguei para dois médicos amigos que sabia estarem de plantão na noite de quinta para sexta. O quadro que me descreveram foi de assustar e revoltar. Os dois médicos também estavam revoltados.
Me disseram que muitos doentes que deveriam permanecer internados tinha recebido alta porque o hospital deu folga aos médicos durante o feriado de Páscoa.Eles não tinham médico para entregar os pacientes após cumprirem a jornada. Apenas um plantonista veio de Florianópolis e que mesmo este iria embora, hoje, sábado, pela manhã.
A normalidade só viria na sgunda-feira. Coisa de louco. Um hospital que referenciado na área de cardiologia com quadros graves sob sua responsabilidade simplesmente dispensou todo o quadro médico.
Isso é coisa para derrubar secretário. Basta que uma dessas mortes anunciadas ocorra. Responderá com grande desgaste político, pessoal e certamente será chamado a responsabilidade na Justiça.
Penso que sou amigo de Renato Castro, diretor do Regional, de Dalmo Claro de Oliveira, Secretário da Saúde. Liguei para ambos, mas as ligações caíram na caixa postal.
Como agir? Então vejamos se o Twitter que está revolucionando os relacionamentos pelo mundo, pode servir de alguma coisa neste caso específico. Serviu
Ao pedido de socorro juntaram-se em questão de duas horas, o Reginaldo, Osman Linconl, Wilson França, Ale Lobo, Renata Fan, William Bonner, Loreni Frannk, Juliano Schmidt, Ney Bueno, IlzeMoreira, Mauricio Peixer, Kennedy Nunes, Orlando Duarte, Ronaldo da Texto Livre, Fabiana Vieira, Carlos Damião, Rejane Gambin, Rui Ferrari, James Tavares e outros não menos importantes mas que não guardei os registros.
Ilze Moreira conseguiu conversar com o Renato Castro que tomou as providências e logo informava que dois médicos estavam com Fossile. Agora a pouco liguei para hospital. Na recepção, o funcionário Marcos, educado, mas lacônico, informou. Sinais vitais sem alteração, respiração sem auxílio, alimenta-se sem auxilio, quadro geral regular. Está vivo. Porém, mais não soube.
O que resta? O imenso poder de mobilização do twitter mais uma vez se comprova.E que a união de pessoas remove montanhas. E, resta o pior: a constatação de que a saúde pública em Joinville não é tratada com compromisso próprio e sagrado de quem é responsável por vidas e destinos.

Um comentário:

Francisco Araújo Netto disse...

Parabéns pelo teu blog... Excelente conteúdo. Até me convenceu a aderir ao twitter.

Att.,
http://wwwteologiavivaeeficaz.blogspot.com/

Profº Francisco Netto